23/03/2017

LIDO: Jogador N° 1 - Ernest Cline


 Já imaginaram o que aconteceria se o mundo em que vivemos fosse para segundo plano, dando lugar á uma realidade virtual praticamente perfeita? Pois, no post de hoje da coluna #LIDO, destaquei os pontos positivos e negativos de Jogador Numero 1, do Esnest Cline. Confiram e comentem ;)




Nome: Jogador N° 1 (Reade Player One)
Autor: Ernest Cline
Editora: Leya
Ano: 2012
Páginas: 464
Classificação★★★★ (4,2 Estrelas)
Sinopse: Cinco estranhos e uma coisa em comum: a caça ao tesouro. Achar as pistas nesta guerra definirá o destino da humanidade. Em um futuro não distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma chamada Oasis. Neste mundo, pistas são deixadas pelo criador do programa e quem achá-las herdará toda a sua fortuna. Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts quer escapar de sua miséria em Oasis. Mas ter achado a primeira pista para o tesouro deixou sua vida complicada. De repente, parece que o mundo inteiro acompanha seus passos, e outros competidores se juntam à caçada. Porém, para Wade, o que resta é vencer – pois esta é a única chance de sobrevivência.
 Positivo //  Negativo //   Neutro

▲ Personagens: Ernest, com toda a certeza, soube criar e conduzir perfeitamente seus personagens. Wade, ou Parzival, conseguiu quebrar o paradigma de que todo protagonista adolescente é chato. Suas ações são explicáveis do começo ao fim, e não cheguei a odia-lo em nenhuma parte. Os outros personagens também tiveram seus destaques, destaque para Aech que trouxe temas importantes para o livro. Art3mis também foi bastante cativante, Shono e Yoko não deixam por menos. Nota 5,0

▲ Cenário: O livro ocorre na plataforma virtual Oasis, deixando o autor livre para montar o cenário que bem imaginar. E ele fez isso! Não detalhando ao ponto de deixar entediante, Ernest descreve os vários e vários tipos de planetas que habitam dentro da plataforma. Como um bom livro Geek, é claro que tiveram referências á famosos jogos RPG, como Dangerous & Dragons, e, mesmo não entendendo muito sobre esse universo, não fiquei confuso em nenhum momento. Nota: 5,0

▲ Desenvolvimento: Jogador N° 1 Seguiu um ritmo insano, narrando a trajetória de Parzival (avatar de Wade Watts) por provas e desafios, indo em direção ao tão aguardado Tesouro. Além da ação e surpresa em cada jornada, o autor também mantéu o foco, o que ajudou á um desenvolvimento quase impecável. Sim, quase pois o final foi decepcionante. Foi clichê, o que já se era esperado, mas o que me desanimou mesmo foi o mistério conotado sobre a identidade de art3mis. O autor criou um alvoroço para no final ser o que todos já soubéssemos. Mas, tirando isso, o resto foi impecável. Até o suspense sobre Art3mis foi interessante ao longo do livro, contribuindo com uma leitura rápida e interessante. Nota: 4,3

▲ Escrita: A escrita do autor é simples e direta, sem desvaneios. Em alguns capítulo a narrativa foi totalmente voltada para a persona de Parzival, mas sem perder o foco da estória. Nota: 4,0

▲ Final: Infelizmente, o final foi o ponto de que menos gostei na trama. O autor entregou tudo ao leitor 50 páginas antes do fim, deixando-o previsível e entediante. Gostei dos acontecimentos, mas não do jeito de que foram transmitidos. Nota: 3,8

 Edição: Li a edição digital da Leya, lançada em 2012, e fiquei bastante incomodado com alguns erros ortográficos e de digitação. Principalmente quando vi que não eram apenas na versão digital, mas na física também! Espero que tenham consertado os erros na ultima edição lançada. Nota 3,5

Comentário Geral: Uma boa narrativa e ótimos personagens ajudaram "Jogador N° 1" á construir uma trama bem amarrada e planejada. Ernest é simples e direto, deixando de lado alguns clichês do gênero para construir um mundo completamente novo. Recomendo á todos que gostam de ação e bons protagonistas!
Nota Final: 4,2

18 comentários:

  1. Eita, eita!
    Gostei do assunto do livro, afinal, já vivemos em segundo plano se for avaliar bem. A era virtual já vem tomando grande espaço no nosso mundinho. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  2. Eita, eita!
    Gostei do assunto do livro, afinal, já vivemos em segundo plano se for avaliar bem. A era virtual já vem tomando grande espaço no nosso mundinho. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  3. Eita, eita!
    Gostei do assunto do livro, afinal, já vivemos em segundo plano se for avaliar bem. A era virtual já vem tomando grande espaço no nosso mundinho. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Tatiane!
      Realmente, um futuro bem próximo, né? :/

      Excluir
  4. Olá!
    Ai, ainda nem li e já gostei do livro. Parece muito o meu género de leitura mesmo! Gosto dessas coisas meio alternativas, meio obscuras, sei lá :p
    Beijos!

    Pseudo Psicologia Barata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha é bem isso, Bea! Boa leitura :)

      Excluir
  5. Olá!
    Já tinha visto esse livro e tinha ficado interessada pela sinopse, é um gênero que me atraí mesmo eu demorando um pouco mais para a leitura. Mas lendo sua resenha e vendo suas considerações sobre o autor entregar demais já de cara e o final ser aquém do espero me deixou em dúvida se leria mais pra frente.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Camila.
      Então, recomendo que arrisque. Durante a leitura acabei esquecendo dos detalhes, de tão fluido que é o texto do autor rsrs

      Excluir
  6. Bom dia, não conhecia mas já estou no google procurando por ele, fantástico o enredo!
    Adorei a ideia de mostrar os pontos que pra você foram positivos e negativos, vou adotar essa tática pras minhas resenhas!

    Beijos e um dia de conquistas!
    Minhas Inspirações por Sara Menezes

    ResponderExcluir
  7. Os pontos que não gostei muito da postagem foram comentários sobre o final, acho sempre problemáticos, quando dão pistas do tipo ser clichê. A sua escrita está muito boa, e gostei do formato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, as vezes entregamos sem nem perceber. Obrigado pela dica! Irei começar a pensar nisso quando estiver escrevendo :)

      Excluir
  8. Interessante a temática. Lembrei dos filmes AVATAR e MATRIX. Você escreve bem e é muito objetivo. Ficou fácil saber o que se pode esperar do livro. Gostei da escala de pontuação, pois ajuda a identificar os pontos fortes e fracos que a leitura irá oferecer. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado!
      Verdade, pensando agora, se parece com Avatar e Matrix mesmo haha

      Excluir
  9. Legal! Gostei do assunto do livro, provavelmente eu ia ler.adorei a divisão da resenha.

    ResponderExcluir
  10. Curto muito os tipos de resenhas que você faz. Parabéns mesmo! O livro em si, não me interessou, mas a resenha está muito bem feita e com certeza, muita gente vai ficar interessada em ler.

    ResponderExcluir