15/09/2017

RESENHA: Brida - Paulo Coelho


 Vasculhando meus rascunhos hoje, achei outro post perdido em meio a tantos já postados! O dessa vez é a resenha que fiz de Brida, do Paulo Coelho. Li e resenhei o livro em março (!!!), mas só agora lembrei da existência desse post. Espero que gostem :) 



Nome: Brida
Autor: Paulo Coelho
Edição: 93ª Edição - Rocco
Páginas: 286
Ano: 2000
ISBN: 85-325-0045-5
Classificação★★★ (3,5 Estrelas)
Sinopse: Um texto anônimo diz que cada um de nós, em sua existência, pode ter duas atitudes: construir ou plantar. Os construtores podem demorar anos em suas tarefas, mas um dia terminam e acabam por ficar limitados às suas próprias paredes. A vida perde sentido quando a construção acaba. Os que plantam podem sofrer tempestades e poucas vezes descansam. Mas o jardim jamais cessa de crescer e, ainda que exija a atenção do jardineiro, também permite que a vida seja uma grande aventura. Na história de cada planta está o crescimento de toda a terra.


 O livro nos apresenta Brida, uma jovem de 21 anos que busca um sentido maior para a vida. Cansada das mesmas rotinas de sempre, a garota parte em busca de um famoso Mago, de Folk, esperando aprender as famosas lições da Tradição do Sol. O homem, recluso em uma floresta, logo acolhe Brida e lhe dá a primeira lição: passar pela noite escura. O teste consiste em testar a confiança em si própria passando uma noite inteira, sozinha, no meio de uma floresta. No final do desafio, Brida finalmente entende a real intenção do mesmo, mas decide partir em busca da Tradição da Lua


 As duas tradições não são especificamente explicadas em nenhum momento do livro, mas percebemos seus principais meios de ritualização; A tradição do Sol consiste em ensinamentos de analise da natureza; os magos da tradição nada mais fazem do que entender a si mesmos e o mundo ao seu redor. Já na tradição da Lua, além de entenderem a si mesmos, os chamados "Bruxos" utilizam as forças dos cinco elementos para contribuir com o universo. Brida acaba se descobrindo na Tradição da Lua, tendo Wicca como sua mentora. 



 Apesar do tema "sobrenatural", o livro segue uma linha completamente diferente. Durante o desenvolver da trama, vamos entrando cada vez mais fundo na alma da humanidade. Crenças, sentimentos, modos de vida... todas essas coisas são questionadas de modo calmo e confortável, sem assustar o leitor. Apesar de os elementos se assimilarem muito á religião Wicca, o livro não segue nenhuma linha religiosa. O autor usa a fé como base; a partir disso, fica á cada um o direito de analisar e ver se aquilo que leu se aplica á própria situação.


 Uma coisa que me surpreendeu foi a construção de uma personagem especifica; Wicca; Mestra da Tradição da Lua. Conhecemos um pouco sobre seu passado e seu curto relacionamento com o Mago de Folk, mas nunca conseguimos entende-la completamente. Enquanto os outros personagens foram o mais transparentes possível, Wicca guardou seus segredos á sete chaves. Se tivesse um livro sobre ela, eu leria com toda a certeza. 


 Ao longo do enredo, a evolução de Brida é perceptível. Apesar de eu achar que cada leitor receberá diferentes lições desse livro, as da garota são aquelas que todos precisamos refletir. O quanto estamos realmente vivos? 


 Antes de literatura, acredito que Brida seja um dos mais altos níveis de auto ajuda. Paulo Coelho não nos enche de dicas clichês e comentários simplórios: ele nos leva á uma viagem ao âmago da sociedade e sua fé exercida. É aquele livro que, mesmo depois de lido, você se recusa a tirar da cabeceira. Tendo a mente aberta, você entenderá as mensagens ocultas na obra. 


 Resumindo: Gostei bastante de Brida. O enredo não é lá grande coisa - como eu havia dito, é mais auto-ajuda que literatura - mas, para reflexão, é ótimo. Recomendo para aqueles que tem a mente aberta, já que o autor utiliza rituais vindos de religiões completamente mitificadas hoje em dia. Fiquei bastante animado para ler O Alquimista, que dizem ser bem melhor. Nota: 3,5. 

 Se você se interessou, o autor disponibiliza esse e outros livros gratuitamente em seu site oficial. Clique na imagem abaixo para ser redirecionado ;) 


E não se esqueçam de comentar suas experiências/vontades relacionadas ás obras do autor! Cada pessoa tem um relacionamento diferente, e seria interessante conversarmos sobre :D Abraço!

9 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Nossaaa vc conseguiu ler esse livro?!?!?!?! Meus parabéns, pois eu não tive paciência, achei q Paulo Coelho enrolou muito, prefiro muito mais Verônica decide Morrer, mas enfim, gosto, é gosto, né? Mas apesar do livro ser Brida, gostei muito do seu post, muito bem feito!

    Fico por aqui, abraços!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá, gostei da sua resenha, mas acredita que nunca me interessei por Paulo Coelho? Talvez seja um preconceito, quem sabe eu dê uma chance a ele um dia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Eu já conhecia o livro, mas ainda não tive a oportunidade de lê-lo. Na verdade, eu não tenho costume de ler livros de auto-ajuda, mas é bom sair da zona de conforto né? Fico feliz que você tenha apreciado a leitura e gostei de saber que o autor disponibiliza os livros gratuitamente.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Fábio.
    Eu nunca tive interesse nos livros do Paulo Coelho, mas acho que leria esse pela mistura e pelos elementos que ele apresenta.
    A história é interessante, mas essa capa não ajuda muito. Acho que iria ser uma boa leitura.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Apesar da maioria diminuir esse autor ou desmerece-lo eu gosto da escrita dele, muito bom pra quem está começando e quer uma leitura fácil e rápida. Não li esse ainda mas li o Alquimista e realmente é muito bom.

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Que bacana descobrir esse lado de Paulo Coelho que por ignorância eu não conhecia. Obrigado pela apresentação e fico feliz por ler uma resenha incrível como a sua. Muito bem redigida e deu pra sacar muitas ideias dentro da escrita do cara.

    ResponderExcluir
  8. Já li alguns livros do Paulo Coelho apesar de não ser meu autor favorito. Acho bem interessante a forma como ele utiliza a historia para que a pessoa aprenda a buscar auto conhecimento.
    Gostei da resenha mas fica para o futuro esta leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Já li alguns livros do Paulo Coelho apesar de não ser meu autor favorito. Acho bem interessante a forma como ele utiliza a historia para que a pessoa aprenda a buscar auto conhecimento.
    Gostei da resenha mas fica para o futuro esta leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir