Gregor e a Profecia de Sangue é o terceiro volume da saga Crônicas do Subterrâneo, e narra mais uma aventura de Gregor, Boots e seus amigos pelos labirintos que percorrem o subsolo de Nova York. A resenha é um pouco antiga (havia esquecido-a nos rascunhos), mas resolvi posta-la mesmo assim. Espero que gostem :) confiram abaixo!




Nome: Gregor e a Profecia de Sangue
Saga: Crônicas do Subterrâneo (#3)
Autora: Suzanne Collins
Ano: 2011
Páginas: 336
Editora: Galera Record
Classificação: 5,0 estrelas
Sinopse: Gregor e Boots estão de volta à segurança de sua casa, e dessa vez a mãe do menino não está disposta a perdê-los de vista! Visitas à lavanderia do prédio são completamente proibidas e ela nem mesmo gosta de ouvir falar em morcegos ou ratos gigantes... Mas infelizmente a presença de Gregor no Subterrâneo é necessária mais uma vez: uma terrível doença está se espalhando e seus amigos estão em perigo. Agora, Gregor, Boots, e um inesperado acompanhante precisam enfrentar uma nova viagem, que poderá colocar em risco muito mais do que a vida dos habitantes do Subterrâneo



 Após embarcar em uma viagem para salvar regalia das garras dos ratos, essa que lhe rendeu várias lágrimas e traumas, Gregor volta para casa e tem seu merecido descanso. Isso até que recebe uma notícia que mudara totalmente seus planos: Após a proliferação de uma praga, já prevista em outra profecia, os Regalianos precisam do guerreiro e de sua irmã para salva-los novamente. Disposto a ajudar, além de se informar sobre Lexa, que havia sumido durante a última profecia, Gregor embarca nessa nova aventura com companhias ilustres: Boots, sua irmã, e Grace, sua mãe. O garoto pensa que a viagem dessa vez seria curta; Ripred havia lhe dito que só precisavam do menino para uma reunião. Mas tão logo ele chega ao Subterrâneo, descobre que as coisas não irão correr conforme o planejado, e logo Gregor se vê no meio de mais uma das profecias de Sandwich. 


 Após o final “explosivo” do segundo volume, a expectativa para essa sequência estava lá em cima; muitas coisas aconteceram, deixando a saga propensa á novos rumos e possibilidades. Gregor, o guerreiro inseguro e receoso do começo da saga, dá lugar á um menino no auge de sua puberdade; quando tragédias obstruem seu caminho, ele toma as decisões necessárias para que tudo se resolva. 


 A evolução do protagonista, assim como o de outros personagens, me agradou bastante neste volume. Collins acertou em cheio no amadurecimento de Gregor; seus jeitos, suas escolhas, tudo reflete um pré adolescente no começo da puberdade. Assim como suas atitudes, seu relacionamento com os outros personagens também amadurece notavelmente; sua conexão com Ares continua se desenvolvendo muito bem, e o fato do menino precisar salva-lo firmou ainda mais os laços que ambos vem construindo desde o começo da saga. Os sentimentos internos do garoto são bastante explorados, de modo natural e crescente, colocando-o em situações emocionais pouco exploradas anteriormente. 


 Diferente dos volumes anteriores, o final de "A Profecia de Sangue" era incerto até poucas linhas antes da grande revelação. Essa, aliás, que foi incrivelmente simples, me fazendo pensar "cara, isso estava na frente da minha cara o tempo todo!". A tática da autora seguiu o padrão dos anteriores: ela te deixa tão entretido durante a leitura, que acaba encobrindo o real rumo das coisas. Em nenhum momento o livro fica vago ou excessivo; tudo parece necessário. As bombas foram jogadas nas horas certas, o apelo emocional perfeitamente dosado, e a principal característica da autora se manteve intacta; seus personagens continuam altamente carismáticos, desprendidos do conceito Bem ou Mal que é tanto imposto na literatura infanto-juvenil. 


 O desfecho do volume foi... inusitado. Chocou, mas com algo que não fora explorado anteriormente. Acredito que alguma coisa envolvendo tal ocorrido ira ser revelado até o fim da série, já que ainda não vi serventia da personagem envolvida na cena. Apesar desse clima suspenso, toda a trama da praga fora devidamente finalizada e explicada, me deixando na expectativa de algo totalmente diferente no próximo volume. 


 Infelizmente, parece que os erros de digitação estão ficando cada vez mais frequentes. Se no volume anterior foram poucos, neste ultrapassou todos os limites. A cada capitulo você encontra um novo erro, sejam letras trocadas ou até mesmo palavras não finalizadas. Como uma dos maiores selos editoriais do país, era de se esperar uma revisão melhor da Galera Record. A capa também continua com esse selo horrível falando que a Suzanne é a autora de Jogos Vorazes, e o material não é dos melhores. 


Resumindo: O livro mantém a qualidade dos anteriores, então é claro que recomendo para todos. A cada página essa saga me surpreende mais, mostrando que pode evoluir muito nos próximos volumes e sair do clássico clichê do infanto juvenil. E vocês, já leram ou tem interesse? comentem! :) 


12 Comentários

  1. Heey! Ainda nao conhecia muito bem essa saga. Mas tinha ouvido falar dela há alguns anos por ser da, maravilhosa, Suzanne Collins.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, douglas!
      Saga super recomendada :D

      Excluir
  2. Olá
    Fiquei um pouco confusa por não conhecer os outros livros, mas fiquei animada com essa capa, me lembrou grades fantasias, vou procurar os outros livros para conhecer mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Daniele!
      É sim, acerta em todos os pontos no quesito fantasia juvenil! Acho que irá gostar :)

      Excluir
  3. Suas resenhas são fantásticas! Eu gostei bastante do livro, fiquei curioso para ler. A capa e a sinopse me chamaram muito a atenção.
    Obrigado pela dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Daniel!
      Obrigado, fico feliz que tenha gostado :) acho que iria gostar dos livros!

      Excluir
  4. Oi Fábio!!
    Eu não costumo ler muitas distopias, mas anotei essa porque é Suzanne Collins <3
    Parabéns pela resenha e não desista de postar só porque está esquecida nos rascunhos. Eu vivo liberando post que já tinha até esquecido rs
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha fico feliz em saber que não sou o único! Obrigado pela visita <3

      Excluir
  5. Oi, Fabio!
    Acredita que tenho os 3 primeiros volumes dessa série e nunca me interessei em lê-los, apesar de gostar da escrita da autora? Depois da sua resenha talvez eu dê uma chance, e o que mais me chamou a atenção foi o fato de o personagem evoluir bastante no decorrer dos livros. Uma pena os erros ocorridos nas edições, é de dá uma tristeza né? :/

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Muito legal sua resenha. Não conhecia este livro. Já quero comprar pra ler. beijossssss

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia essa série. que bacana saber que tem outra história da escritora de jogos vorazes, que eu amei muito. Quero ler. Já vou colocar na lista.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia essa série e já estou amando! Gosto por demais de livros com esta temática e vou procurar conhecer um pouco mais dessa série.

    ResponderExcluir